submarino

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Um Amor para Recordar - Filme x Livro

A partir de agora vou te contar a historia de Landon Carter e Jamie Sullivan, "no inicio você vai rir, depois, chorar".
Vou ser sincero, no começo você não vai rir, é muito "sem sal, sem açúcar", mas no fim, você vai chorar de verdade.

Não sou muito fã de filme românticos, mas gosto bastante do filme Uma Linda Mulher, com Julia Roberts e Richard Gere. Até então, esse era o único filme romântico que gostava de assistir, talvez por que ele tenha uma pitada de comédia.
Porem, na primeira vez que assistir o filme Um Amor para Recordar, baseado no book de Nicholas Sparks. Publicado em 1999, EUA; 2011 n Brasil, Um Amor para Recordar vem provar que a força avassaladora do amor e da fé podem renovar o homem... Landon foi prova de que isso pode acontecer.

Um Amor para Recordar é um filme de 2002 baseado no livro de romance homônimo de Nicholas Sparks. O filme foi dirigido por Adam Shankman e produzido por Denise DiNovi e Hunt Lowry, para a Warner Bros. Pictures. O longa conta a historia de Landon Carter e Jaime Sullivan.
Ele, um jovem sem metas e irresponsável, que foi punido por ter feito uma brincadeira de mau gosto a um rapaz que quase fica paraplégico. Como punição, o diretor da escola faz com que ele (Landon) participe da produção de uma peça que está sendo montada; durante os ensaios.
Ela, um amenina doce, solidária e querida por todos da vizinhança da pequena cidade de Beuatfort, Carolina do Norte. A diferença entre Jamie e as outras meninas, ela acreditar numa força cpaz de mudar o mundo: a fé.
Como já disse em outros post que comento as discordâncias entre filmes baseados em best-sellers. Assim como Querido John (que comentei recentemente), Um Amor para Recordar não é diferente. As discordâncias são muitas, mas que fique bem claro, isso não vai ferir a qualidade do filme. Vejamos:

  • No livro, Landon não é punido por nada, ele se oferece para participar da peça de teatro da escola. falando em peça teatral, na verdade,  a peça conta a historia da própria Jamie, que após perder a mãe no nascimento, o pai sofre com isso  e busca uma presenta especial para  criança, porem não encontra.
  • O filme cita que Jamei já faz o tratamento para leucemia a 2 anos, sendo que o livro diz que ela descobriu a sete meses atras.
  • O longa cita alguns objetivos de vida da menina, por exemplo, testemunhar um milagre, etc. Porem no livro, é citado apenas o sonho que ela tem de se casar na mesma igreja que os pais se casaram.
  • O longa também mostra uma Jamie apaixonada por astronomia, no livro me nenhum momento é citado essa presencia.

Essas foram as principais discordâncias que notei assistindo o melhor filme de lição de vida de todos os tempo.
Duas coisas ficaram bem claras para mim. Primeira: assim como Luiz de Camões se inspirou numa passagem da bíblia, Nicholas Sparks teve a mesma inspiração para escrever um livro que reforça o quanto é importante o amor e a fé.
Segundo, Mandy Moore e Shane West foram a escolha perfeita para dar vida á Jamie Elizabeth Sullivan e Landon Rollins Carter.

Abaixo veja as duas cenas mais emocionantes do filme:

Nesta cena, Landon Carter cola a tatuagem no corpo de Jamie Elizabeth Sullivan.

Na seguinte cena, Jamie canta, na peça de teatro da escolas ambos estudam, a música Only Hope, tema do filme: Um Amor Para Recordar:


Abaixo leia o trecho da Bíblia que inspirou ambos escritores:

1 Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o címbalo que retine.
2 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
3 E ainda que distribuísse todos os meus bens para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
4 O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece,
5 não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal;
6 não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade;
7 tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
8 O amor jamais acaba; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
9 porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos;
10 mas, quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado.
11 Quando eu era menino, pensava como menino; mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
12 Porque agora vemos como por espelho, em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente, como também sou plenamente conhecido.
13 Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor...


Quer descobrir quem inspirou Nicholas Sparks ao escrever o romance Um Amor para Recordar? Clique aqui e descubra.






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...